skip to Main Content

Encontro fortalece articulação entre estado e Municípios para formação continuada

Encontro Fortalece Articulação Entre Estado E Municípios Para Formação Continuada

A proposta de Formação Continuada Territorial, em regime de colaboração com os municípios, foi apresentada nesta sexta-feira (14), durante encontro que reuniu dirigentes da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), da Fundação Itaú Social (FIS), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da União dos Municípios da Bahia (UPB), além de representações das universidades estaduais. Na ocasião, o secretário Jerônimo Rodrigues assinou o Termo de Cooperação Técnica entre a SEC e a Fundação Itaú Social (FIS).

 Apresentada pela diretora geral do Instituto Anísio Teixeira (SEC/IAT), Cybele Amado de Oliveira, a proposta da formação traz um arranjo que envolve a Secretaria da Educação do Estado, as Secretarias Municipais de Educação, as Universidades Estaduais e órgãos como a Undime e a UPB. “Este é um arranjo que traz a soma de esforços para a formação continuada de coordenadores pedagógicos, diretores escolares e equipes técnicas dos municípios e dos Núcleos Territoriais de Educação, que acontecerá nos 27 Territórios de Identidade”, explicou a gestora, lembrando que a Formação alcançará cerca de 6,7 mil profissionais da educação e terá início em março deste ano.

 “Esta é a fotografia mais clara do regime de colaboração. Temos a participação da Undime, UPB, das universidades e parceiros como a Fundação Itaú Social. Não podemos pensar em fazer educação sozinhos. Existe uma parte dos estudantes, aqueles do 6º ao 9º ano que precisam de uma atenção especial e nós, juntos, podemos cuidar deles, pensando na formação dos profissionais e no material didático. Não podemos deixar que os municípios arquem sozinhos. Este arranjo é fruto de uma construção das nossas equipes com os parceiros, juntos vamos pensar nas metas e produtos para fortalecer a aprendizagem no Estado”, afirmou o secretário.

 Jerônimo também destacou o papel da Fundação Itaú Social. “É um parceiro que tem uma expertise grande e vai contribuir muito, com co-financiamento, colaborando nos processos, no monitoramento”, completou. A FIS também irá realizar o monitoramento e avaliação da formação, contribuir com o desenvolvimento de tecnologias educacionais, entre outros compromissos.

 A superintendente da FIS, Angela Danneman, pontuou que o arranjo proposto pela Secretaria da Educação é inovador. “Nós já apoiamos outras experiências de regime de colaboração, mas esta é inovadora, porque traz outras organizações, como as universidades, a Undime, UPB e os municípios. Vamos poder desenvolver um trabalho articulado do Estado com os municípios, mas também das universidades com as escolas, numa etapa preciosa que é o Fundamental II. Por isso esta é uma inovação corajosa, tenho certeza que esta união produzirá bons resultados ao longo destes três anos”.

 “Fico muito feliz. O IAT é um grande órgão formador e esta parceria traz uma proposta inovadora que busca atender a necessidade dos municípios, que é a formação dos nossos profissionais da educação”, comemorou o presidente da UPB, Eures Ribeiro. Prefeito de Santana, Marco Cardoso (Marcão), parabenizou o secretário Jerônimo pelo diálogo com as redes municipais. “Todos devemos andar juntos. Quando fui secretário municipal em 1993, tínhamos muita dificuldade para conversar com as escolas estaduais. Muito bom participar deste momento”, celebrou.

 Já o presidente da Undime, Williams Panfile comemorou a articulação com os municípios. “Este encontro concretiza um sonho, de termos a formação para nossos educadores e equipes técnicas nos municípios. É um momento importante para a educação da Bahia e que irá fortalecer a educação em nosso Estado”.

 Representando o Fórum de Reitores das Universidades Estaduais da Bahia, o reitor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), José Bites, destacou a importância do trabalho conjunto entre Estado e municípios e a criação dos Centros Territoriais de Formação Continuada. “A universidade deve estar à disposição e procurado interagir com todas as instâncias, buscando contribuir com este processo de avanço na formação dos profissionais. Acredito que o modelo dos Centros Territoriais de Formação, propostos nesta apresentação, é bastante assertiva”, disse.

Marvin Kennedy
Coordenador

Assessoria de Comunicação – ASCOM/IAT
Instituto Anísio Teixeira
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
(71) 3116-9019

Acesse o Portal – educadores.educacao.ba.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend