skip to Main Content

Caravana Parceria Mais Forte chega ao Litoral Norte e Agreste Baiano consolidando ações para a agricultura familiar

Caravana Parceria Mais Forte Chega Ao Litoral Norte E Agreste Baiano Consolidando Ações Para A Agricultura Familiar

Dirigentes e equipes técnicas da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e lideranças do poder público e sociedade civil, dos municípios que compõem o território de identidade Litoral Norte e Agreste Baiano lotaram o plenário da Câmara Municipal de Alagoinhas, nesta terça-feira (28), em mais uma edição da Caravana Parceria Mais Forte Juntos Para Alimentar a Bahia. O objetivo foi realizar um balanço das ações para o fortalecimento da agricultura familiar, que vêm sendo executadas pelo Governo do Estado, por meio da SDR e suas unidades, em parceria com prefeituras, consórcio público e organizações da sociedade civil.

Durante o evento foi realizada a entrega da primeira parte dos 375 metros cúbicos de manivas-semente de mandioca, com qualidade genética e fitossanitária, destinadas ao plantio em 52 hectares de propriedades das 52 famílias da Associação de Desenvolvimento Comunitário da Colônia Tanque, do município de Itapicuru, beneficiadas com a ação. A iniciativa, que abrange também o acompanhamento e as orientações técnicas para o plantio e manejo da mandioca, tem o apoio do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, com recursos da ordem de R$ 552,7, e já conta com máquinas e equipamentos, para a mecanização da produção.

“O trator e os implementos agrícolas, com as manivas, vão ajudar bastante os agricultores, com o aumento da produtividade e menor custo de produção. De uma forma geral, aumenta o desenvolvimento da Colônia Tanque e de comunidades vizinhas”, ressalta Aurencio José Rodrigues, presidente da Associação.

Wilson Dias, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), destaca que sendo o Litoral Norte e Agreste  Baiano, um território com expressividade da Bahia, na produção de mandioca, a Caravana, traz, além do balanço de todas as ações realizadas no território, via programas e projetos, uma prospecção de ações que serão desenvolvidas para o fortalecimento da mandiocultura, seja na maturação dos projetos já existentes, no convênio com o Consórcio ou com as prefeituras. “Esse sistema produtivo impacta, diretamente, na vida das quase 30 mil famílias que têm propriedades rurais da agricultura familiar no território”.

A Associação do Desenvolvimento Comunitário do Povoado Dona Maria, em Olindina, é uma das organizações apoiadas pelo Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, executado pela CAR/SDR. A ação, que beneficia diretamente 31 famílias, com a implantação de uma unidade de processamento de derivados da mandioca, além da aquisição de implementos agrícolas, tem investimento total da ordem de R$ 408,3.

Marileuzaa dos Santos Machado, presidente da Associação, fala da satisfação em trabalhar com a produção de derivados da mandioca, a exemplo de biscoitos e bolos, e de poder contar com esse reforço no orçamento para as famílias da associação. “Estamos muito satisfeitos com tudo isso. Gerou emprego e renda para a nossa comunidade e a gente produz e expõe na nossa barraca para a venda. É uma ação em que o Governo pensou nos lugares pequenos”.

Investimentos

Os municípios do Litoral Norte e Agreste Baiano estão recebendo recursos também para incrementar sistemas produtivos estratégicos além da mandiocultura, a exemplo da citricultura, bovinocultura de leite e apicultura. Por meio de projetos como o Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), são mais de R$ 26,2 milhões em recursos.

Estão sendo realizados investimentos ainda em assistência técnica e extensão rural (Ater) (R$ 21,5 milhões), regularização fundiária (R$ 696 mil) implantação de sistemas de abastecimento de água (R$ 2,4 milhões), programa Garantia-Safra (R$ 1,1 milhão), habitação rural (R$ 5,4 milhões), reforma/construção de Mercados Municipais (R$ 2 milhões), além do Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (SIPAF) e implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM).

Só por meio da parceria com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável (CDS Litoral Norte) estão sendo aplicados recursos da ordem de R$ 3,8 milhões, no serviço de Ater e em outras ações, para potencializar a produção da agricultura familiar e garantir renda sustentabilidade e autonomia para as famílias do campo.

Sobre a Caravana

A iniciativa é da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e tem o objetivo de apresentar à sociedade baiana, nos 27 territórios de identidade, as ações que vêm sendo executadas pelo Governo do Estado para a agricultura familiar, com recursos da ordem de R$ 2,9 bilhões, sendo aplicados no período de 2015 até o fim de 2022. Visa ainda consolidar e ampliar essas ações, para fortalecer ainda mais a agricultura familiar e a economia dos municípios baianos e promover maior articulação entre os mais diversos agentes sociais, que executam políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural.

Assessoria de Comunicação SDR/CAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend