skip to Main Content

ACM Neto acusa governo do PT de perseguição e ameaça a prefeitos: “Coisa inaceitável, ditatorial”

ACM Neto Acusa Governo Do PT De Perseguição E Ameaça A Prefeitos: “Coisa Inaceitável, Ditatorial”

Em Guajeru, ele disse ainda que governo tem pressionado prefeitos por apoio a pré-candidato do PT

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) acusou nesta quinta-feira (19) o Governo do Estado de perseguição e ameaça a prefeitos do interior (vídeo abaixo). Durante discurso na Câmara Municipal de Guajeru, no Sudoeste da Bahia, Neto disse que o governo tem pressionado prefeitos para que se posicionem politicamente a favor do pré-candidato do PT ao Palácio de Ondina.

“Agora mesmo a gente tem acompanhado lamentavelmente o Governo do Estado chamar os prefeitos, ameaçar. Dizem que, se não tirar uma foto, se não postar na rede social, se não colocar foto no WhatsApp e no Instagram, não vai receber o convênio, que a cidade não vai ser ajudada”, afirmou.

Neto condenou a prática. “Isso é um absurdo, é uma coisa inaceitável, uma coisa ditatorial. Mas tudo bem, sabe por quê? Porque nada disso é mais forte do que a vontade do povo. Quando o povo quer uma coisa, acabou, não tem força que segure. E a beleza da democracia é essa, quando chega na hora da eleição é só cada pessoa, sua consciência e mais nada. O voto, graças a Deus, é secreto e inviolável. Cada pessoa pode ir lá e escolher pensando no melhor para o seu futuro”, completou ACM Neto.

A agenda em Guajeru é a primeira da série de atividades, que inclui ainda visita a outros 11 municípios até domingo (22). Nesta quinta ainda estão na pauta Malhada de Pedras Brumado. Na sexta (20), serão cinco cidades: Érico Cardoso, Caturama, Rio do Pires, Ibipitanga e Macaúbas. No sábado (21), o pré-candidato vai visitar Itapetinga, Itambé e Vitória da Conquista. A agenda será finalizada no domingo em Campo Formoso.

Governo nas ruas
No discurso em Guajeru, Neto defendeu que o Governo do Estado tem que olhar para os 417 municípios e reforçou seu compromisso de, caso seja eleito, governar a Bahia nas ruas, levando o governo para todas as cidades.

“Quem quer ser governador da Bahia, quem quer cuidar do nosso estado de verdade, tem que olhar para todas as cidades, tem que ter atenção com todos os 417 municípios do nosso estado. Não pode se preocupar se a cidade é pequena, média, grande, quantos habilidades tem, qual é a população, porque todos são cidadãos baianos, todos merecem a mesma atenção, o mesmo olhar cuidadoso por parte do Governo do Estado”, defendeu.

O pré-candidato destacou que, desde o ano passado, já visitou mais de 100 cidades de todas as regiões da Bahia, conversando com as pessoas e ouvindo quais são os principais desafios para o futuro do estado. “E eu não tenho dúvidas, a gente vem captando isso com muita clareza: um dos sonhos dos baianos é que haja um governo que olhe para todos, que possa ao longo do mandato trabalhar todos os dias atento aos problemas da Bahia, não interessa qual seja a região, não interessa quão distante o município esteja em Salvador”, salientou.

Neto voltou a reforçar seu compromisso de, caso seja eleito, governar a Bahia nas ruas, nas cidades. “Se eu tiver oportunidade de ser governador da Bahia, eu não vou governar o nosso estado lá em Salvador, no gabinete com ar-condicionado. Eu vou governar a Bahia nas ruas, nas cidades, na zona rural, nos distritos, em cada lugar onde existam problemas e onde o governo precisa estar presente”, disse.

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend