skip to Main Content

Meu amigo Itamar Soares: (13 anos da sua despedida!)

Meu Amigo Itamar Soares: (13 Anos Da Sua Despedida!)

No suge, com a produção de cacau batendo todos os recordes no sul da Bahia, o jornal Diario de Itabuna, era um dos maiores veículos de comunicação impressa da região, com tiragem de cinco mil exemplares. Devido a isso, a presença de vendedores de material grafico da capital (Salvador), era constante, para oferecer papel de impressão e outros materiais gráficos. O consumo do jornal era alto, devido a sua grande produção. Quando seus exemplares, através dos ônibus da Sulba em malotes eram expedidos para 60 municipios regionais. Em meio aos representantes comerciais, eu na época, também, no setor comercisl e pessoal do jornal, fiz uma grande amizade, com um desses repredentantes. Tratava-se, do jovem Itamar Morreira Soares. Tornou-se, meu amigo/irmão, para todas as horas. Viajamos muito e fizemos muitas farras! Aqui, em Itabuna, ele, queria conhecer Sandoval Benevides, considerado por ele, o maior presidente de clubes de futebol do interior do estado. Apaixonado, pelo o Itabuna Esporte Clube – apesar de ser torcedor do Bahia -, ficou encantado, quando conheceu Sandoval, através de mim. Com quem fez uma grande amizade. Pois, mais tarde, veio morar em Itabuna. Nesta receptividade que eu tinha sempre por ele, aqui em Itabuna, ele, também, tinha por mim, quando eu ia Salvador. Na capital, Itamar sempre presente, com seu possante “Versalys” ou “Santana 2.0” ia me pegar na Rodoviária, para sua casa, localizada em “Baixa de Quintas!”, centro de Salvador, e outros locais. Nesta época, eu além de repórter do DI, era, tambem, diretor de comunicação do nosso Sindicato; o SINJORBA, que ficava na Rua Chile 22, depois transferido para a Rua Gregório de Mattos, no Pelourinho, onde permanece até os dias de hoje. Itamar, sempre estava comigo. E, com isso, fez grandes amizades, com alguns jornalistas da capital. Na época, das presidências dos jornalistas: Raimundo Lima e Helô Sampaio; nossa conterrânea de Ibicarai.
A minha amizade cresceu tanto com Itamar, que ele, resolveu, vir morar em Itabuna e, de início, com a permissão de minha saudosa mãe, Josefa dos Reis, que nos deixou em 2021, ficou em nossa casa. Foi aí, que descobri, que Itamar Soares, pessoa alegre, extrovertido; amiga, fiel dos seus amigos. Era o único filho homem, de “João Soares”, nome de bairro de Itabuna. Apesar da nossa insistencia, e de outros amigos, inclusive, do nosso saudoso colega jornalista Juarez Vicente, Itamar não queria que ninguém soubesse desse fato. Era discreto! Depois, vésperas de sua precoce morte, resolveu correr atrás, para conhecer às suas irmãs; três mulheres…
No mês de junho de 2010, como sempre fazia, para visitar seus parentes, nas cidades de Itororó e Itapetinga. Antes de Itororo, o imprevisivel; numa curva, capotou o seu carro! Um “Fiesta!”, na BA-415. Socorrido, com algumas escoriações, constatou que ele tinha quebrado as suas duas pernas. O que, o levou, a ficar internado. Neste ano, ele estava em campanha do médico Renato Costa, rumo à Assembleia Legislativa. Itamar, além de maçon, pertencia ao diretorio do PMDB.local. Após alta do hospital, já em recuperação recebendo a visita de muitos amigos.Morando no bairro Banco Raso, onde consolidou a sua amizade com o grande Sandoval Benevides e muita gente. Pois, para isso, ele tinha um carisma muito grande. Deixando de ser representante, quando a última empresa foi a Votorantin, já com a sua própria empresa no ramo da construção civil, em ascensão, no dia 21 de Setembro de 2010, deixa este mundo. O mais inesperado, foi a vinda de sua mãe, “D. Nair”, e a sua irmã Mary, de Salvador para auxilia-lo, na sua recuperação, que vinha muito bem! Quando aconteceu o inesperado!; sua mãe morre, o que agravou muito a situação de Itamar, que também teve uma parada cardíaca, de uma hora para outra, em um dos hospitais, para muita gente de uma forma estranha! Deixa para lá…, fica na consciência dos médicos que lhe atenderam. Foi um momento, muito triste, após 15 dias, que “d. Nair” tinha sido sepultada. Neste mês de setembro completando 13 anos da morte do grande Itamar Soares. Ficaram às boas lembranças, de um homem guerreira, digno, bom caráter e bom filho. Que Itamar Moreira Soares, que nos deixou com 51 anos de idade, esteja descansando na luz Eterna do Pai do Altíssimo. Itamar, pessoa alegre e que amava a vida, não tinha impecilio para ajudar ao próximo, independente de cor, raça ou posição social. Hoje resta à saudade de um grande sorriso, de um grande ser humano, que morava, antes, em Baixo de Quintas, Salvador e veio morrer em sua terra Natal. LUZ.8

Joselito dos Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend