skip to Main Content

Itabuna sedia a 6ª Conferência Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional

Itabuna Sedia A 6ª Conferência Territorial De Segurança Alimentar E Nutricional

Itabuna sedia nesta quinta e sexta-feira, dias 31 de agosto e 1º de setembro, a 6ª Conferência Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional, no auditório do Colégio Estadual de Tempo Integral Professor Adeun Hilário Sauer, no Vila Anália.
Com o tema “Superação da Fome e Construção da Soberania Alimentar, com Direitos e Participação Social”, a Conferência que acontece a cada quatro anos, reúne representantes de vários municípios que integram o Território Litoral Sul.

“Essa conferência é debater estratégias de combate à fome do ponto de vista territorial. Atualmente, no Brasil são cerca de 33 milhões de brasileiros que passam fome, que estão na condição de insegurança alimentar grave e que precisam de ações emergenciais e políticas estruturantes”, comenta a superintendente de Inclusão, Segurança Alimentar e Nutricional do Estado da Bahia, da Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, Fernanda Silva.

Fernanda, que é engenheira agrônoma, lembrou que nesta quinta-feira três grupos de trabalho debateram os temas: “Os desafios da fome estruturante em cada município do Território Litoral Sul”, “Políticas Públicas de Combate a Fome” e “A importância da participação Social”.

Segundo ela, “amanhã serão selecionadas as propostas que serão levadas à Conferência Estadual, que acontecerá em Salvador no período de 17 a 19 de outubro”, informa.

O secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Júnior Brandão, lembrou que a insegurança alimentar e nutricional é um problema que afeta a todos, principalmente diante dos números que mostram uma crescente de pessoas com acesso a apenas a uma alimentação por dia.
“Isto leva o Território Litoral Sul, do qual Itabuna faz parte, a pensar nas estratégias e caminhos que nós, enquanto cidades pertencentes a este núcleo, conseguimos planejar para combater a fome”, afirmou.

Ele reforçou que o prefeito Augusto Castro (PSD) tem colocado como meta de trabalho para a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, tentar minimizar essas questões com a distribuição de cestas básicas para pessoas cadastradas nos CRAS e que vivem na extrema pobreza.

“Sabemos que a necessidade de Itabuna é muito maior do que a capacidade que a Prefeitura tem de atender, no aspecto de distribuição de cestas básicas. É a partir daí que entendemos que precisamos construir estratégias e políticas públicas, porque não depende apenas da vontade de fazer, mas também de recursos financeiros”, finalizou.

 

Legendas: 1. a 3. Itabuna sedia a 6ª Conferência Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional. 4. Engenheira agrônoma e ex-prefeita de Uruçuca, Fernanda Silva, e o titular da SEMPS, Josué Brandão Junior – Fotos Pedro Augusto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend