skip to Main Content

HOSPITAIS DE ITABUNA SOFREM COM BAIXO ESTOQUE DE SANGUE NA SEMANA DO DOADOR

HOSPITAIS DE ITABUNA SOFREM COM BAIXO ESTOQUE DE SANGUE NA SEMANA DO DOADOR
  • Geral

Mesmo com apelo nos meios de comunicação e mobilização de grupos de voluntários, o Banco
de Sangue da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna segue com estoque crítico neste mês de
novembro, quando é celebrada a Semana Nacional do Doador. Por causa do déficit de
plaquetas e plasmas, as cirurgias eletivas correm o risco de adiamento.

A diretora técnica do Banco de Sangue, médica Regiana Quinto, pede para que os voluntários
não desapareçam nesta época do ano. “Porque é um período em que a demanda dos hospitais
é alta e o movimento para doação cai drasticamente. Essa queda ocorre, coincidentemente,
com a proximidade com o período de férias e das festas de final ano”, explica.

A médica destaca que as doações de sangue precisam ser contínuas porque a demanda é
sempre alta nas emergências dos hospitais, principalmente nas UTIs, unidades de
hemodinâmicas (responsáveis pelas cirurgias cardíacas).

NECESSIDADE

O Banco de Sangue precisa coletar pelo menos 1.200 bolsas, mas tem conseguido média de
800 bolsas mensais. “É uma situação muito delicada e preocupante porque, após produzidas,
as plaquetas duram apenas cinco dias. O sangue é utilizado para pacientes com doenças
hematológicas e câncer, além das pessoas que se submetem a cirurgias eletivas de grande
porte.

Para sensibilizar a população regional sobre a importância de tonar-se um doador, o Banco de
Sangue da Santa Casa de Itabuna está intensificando, na Semana Nacional do Doador,
celebrada de 20 a 25, contato com lideranças de municípios e com grupos de voluntários. O
Dia D será no sábado (25), quando a unidade deverá receber caravanas de diversas
localidades.

Para torna-se um doador a pessoa precisa ter idade entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50
quilos. O interessado em ser doador deve apresentar documento oficial com foto. “Mas, por
favor, pessoal fique atento para não confundir o crachá funcional com documento oficial. Às
vezes, ficamos impossibilitados de fazer a coleta porque o voluntário faz essa confusão. Por lei,
são aceitos somente documentos com foto emitidos por entidade de classe ou órgão oficial,
inclusive são aceitos aqueles emitidos no formato digital com QRcode (como a CNH digital). A
Legislação também não permite doação com xerox não autenticada nem com fotografia do
documento”, reforça o coordenador de captação Rosildo Ribeiro.

Rosildo Ribeiro acrescenta que essas exigências são para transparência do processo e
segurança do paciente. O Banco de Sangue fica aberto de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h.
Aos sábados, o atendimento é feito das 7 às 12. Mais informações pelo telefone (73) 3214-
9126. A unidade funciona no anexo do Hospital Calixto Midlej Filho, na rua Antônio Muniz, no
bairro Pontalzinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend