skip to Main Content

CIRURGIÕES DA SANTA CASA DE ITABUNA FAZEM NO SUL DA BAHIA CIRURGIA INÉDITA DE ZIGOMA

CIRURGIÕES DA SANTA CASA DE ITABUNA FAZEM NO SUL DA BAHIA CIRURGIA INÉDITA DE ZIGOMA

Durante 26 anos, a técnica de enfermagem e massoterapeuta Juliana Flores
Santos sofreu com fortes dores na região da face. O sofrimento começou
quando ela tinha 7 anos e foi submetida a duas cirurgias, em São Paulo, em um
intervalo de menos 30 dias de uma para outra, para remoção de um tumor
benigno.
Na época, Juliana Flores foi submetida a sessões de quimioterapia para
eliminar o tumor, segundo ela, sem necessidade. “Como a medicina não era tão
avançada como hoje, os profissionais fizeram intervenções maiores que as
necessárias. Acabei ficando com essas sequelas no lado direito da face”,
recorda-se.
Os dois procedimentos deixaram Juliana Flores com dificuldades de
mastigação, articulação das palavras, dentre outras complicações. “No ano
passado, comecei a sofrer tonturas, enjoos e dores de cabeça por conta da
calcificação óssea. Estava sofrendo muito para fazer as refeições e dormir, pois
as dores eram insuportáveis”, relata a técnica de enfermagem.
Juliana Flores conta que há 10 anos retornou a São Paulo com sonho de fazer a
cirurgia para a reconstrução da face, mas não foi possível porque o especialista
foi embora para os Estados Unidos. “Na época, fiquei meio que frustrada, mas
não perdi a esperança de realizar meu sonho”.
VOLTOU A TER ESPERANÇA
A técnica de enfermagem afirma que voltou a ter esperança de qualidade de
vida no passado, quando os cirurgiões bucomaxilofaciais Rafael Moura e
Fernando Xavier lhe apresentaram a alternativa da cirurgia de reconstrução do
terço médio de face. “Eles fizeram o projeto e tudo deu certo. Graças a Deus.
Não sinto mais aquelas dores terríveis de antes”, conta.
De acordo com Juliana Flores, as dores na região da face e da cabeça
praticamente cessaram, mas ainda está com a mastigação meio comprometida.
“As próximas etapas são o preenchimento facial, a parte odontológica e um

procedimento para correção no olho direito”, conta, empolgada, ao lado do
marido Joalisson Silva Sousa. O casal tem um filho de quatro anos e planeja
outro bebê.
O cirurgião bucomaxilofacial Fernando Xavier explica que foi feita a
reconstrução do terço médio de face de Juliana Flores. “Foi uma cirurgia para
melhorar a qualidade de vida dela. A paciente havia perdido parte do zigoma,
com arco zigomático, pouco da parede zigomal de órbita e assoalho da órbita”,
detalha.
O cirurgião dentista relata que foi projetado uma placa de titânio, uma prótese
customizada de titânio para resolver esse problema. “É uma prótese que já vem
preparada, com implante dentário. A qualidade de vida dela melhorou bastante
depois da prótese, mas deve evoluir um pouco mais com outros
procedimentos”, afirma. Os custos foram cobertos pelo Plansul.
O atendimento com os especialistas em reconstrução do terço médio de face e
outros procedimentos pode ser agendado no Centro Médico, no anexo do
Hospital Calixto Midlej Filho, e no Centro Médico do Plansul, no ManoelNovaes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend