skip to Main Content

UM MONUMENTO AOS CORONÉIS DO CACAU

Como as bandeiras, cacauicultores merecem monumento Luiz Ferreira da Silva Em 2022, com meu colega Moreau, lançamos o livro – O Manjar dos deuses é de dar água na boca (Scortecci Editora/SP), no qual reverenciamos os bravos pioneiros do cacau que…

Leia mais

Estiagem no Sul da Bahia leva caos ao campo com estimativa de perda de 10 mil cabeças de gado

A Associação dos Agropecuaristas do Sul da Bahia (ADASB) já contabiliza prejuízos por conta da estiagem que tem assolado a região nos últimos meses, e avalia o cenário como desolador. A estimativa da ADASB é que até o final do El Niño haverá uma perda estimada em 10 mil cabeças de gado. Na produção leiteira regional, já houve uma queda de 50%.

Dirigentes da ADASB explicam que a falta de chuva regular e suficiente gera escassez de água e alimento para o gado, o que causa prejuízos, além da elevação dos preços de importantes itens que vão à mesa das famílias, a exemplo da carne, do leite e seus derivados.

O presidente da ADASB, Aldrin Veiga Trevisan, ressalta que a estiagem é resultado de um fenômeno da natureza, o El Niño, mas que a situação tem se agravado por conta de ações da mão humana. “Muitos de nossos associados tem registrado em suas propriedades incêndios criminosos, principalmente em áreas que ficam às margens das rodovias, o que é um perigo para todos”, alerta.

Ele frisa a necessidade de um olhar mais atencioso do Governo em todas as esferas, seja Municipal, Estadual ou Federal, para os produtores rurais serem assistidos em suas maiores necessidades do momento. “Precisamos de um suporte preventivo com ações de controle de aceiro, e também ações emergenciais para combate aos incêndios”, pontua.

Aldrin ainda cita a necessidade de um Decreto que reconheça a gravidade dos reflexos desta estiagem no campo. “Já entramos em uma situação de emergência e calamidade e esse reconhecimento ajudaria muitos produtores com uma prorrogação do prazo para pagamento de seus financiamentos, afinal, o produtor está amargando prejuízos e não terá como honrar seus compromissos”.

Leia mais
Back To Top

Send this to a friend