skip to Main Content

Alunos, pais e professores se reúnem para abertura do ano letivo do CBI

Alunos, Pais E Professores Se Reúnem Para Abertura Do Ano Letivo Do CBI
  • Geral
[20:22, 06/02/2024] Gilvan Rodrigues: A abertura teve boas-vindas, momento de reflexão e aula inaugural para celebrar abertura do ano letivo

A abertura do ano letivo do Coletivo Batista de Itabuna (CBI), na manhã desta terça-feira (6), teve boas-vindas aos pais e alunos por funcionários, direção, professores e colaboradores da instituição de ensino, referência em educação no sul da Bahia.

Primeiro a receber os alunos, o agente de portaria Everaldo Marques, de 63 anos, falou do momento: “Uma surpresa, momento novo, muito gratificante poder recebê-los, pois cuido como se fossem meus filhos”, disse ele que tem três filhos.

“Sou atencioso e rígido, mas com amor. Só libero a saída com autorização dos pais na secretaria, pois é como se estivesse em minha casa cuidando dos meus”, pontuou ele, que atua na escola há quase oito anos e é o primeiro a ter contato diário com alunos e pais.

Os alunos contaram com um momento para se confraternizarem e reencontrar colegas e professores. Os pais e colaboradores participaram do momento. Painéis para fotografias foram montados no pátio da escola.

ALEGRIA E ANSIEDADE

A aluna do 7º ano Geovana Araújo Brandão, de 11 anos, sempre estudou no CBI disse da sua expectativa para o ano letivo. “Minha expectativa é boa, estava muito ansiosa com o início das aulas. Espero neste ano tirar boas notas”, disse ela.

MOMENTO DE REFLEXÃO

Logo depois da recepção, alunos e pais se dirigiram ao Templo da Igreja Batista Teosopólis de Itabuna (Teo) para a aula inaugural. A diretora do CBI, Gracileide Souza, Graça, informou o funcionamento do colégio, apresentou funcionários e equipe pedagógica que atuará em 2024 e falou de conquistas.

“Por dois anos seguidos somos a escola que, proporcionalmente, os alunos obtiveram as melhores notas na Redação do Enem. Isso temos que agradecer aos nossos colaboradores, em especial à nossa professora Erika Pitombo”, disse a professora Graça.

Foi um momento de reflexão, com louvor e adoração. O pastor da Igreja Teosópolis, Geraldo Meireles, falou que a escola é um braço da Igreja e o papel era fornecer uma educação emancipadora. “Oferecemos uma educação pelos princípios cristãos. Tenho três filhos que estudaram no Batista, eles não se perderam em nenhum lugar”, relatou.

O engenheiro eletricista Harisson Nobre acompanhou seu filho, o pequeno Joseph, de 7 anos, aluno do 2º ano do Ensino Fundamental da recepção até a aula inaugural. Ele disse que escolheu a escola junto com a esposa.

“Estudamos a estrutura física, conhecemos o método pedagógico e os princípios cristãos, fundamentais para a educação”, disse. Relatou que o filho gosta tanto da escola que quer ir para a aula até aos domingos. “Gosto de estar presente Na UESC eu era o único pai no grupo das mães”, relatou Harisson,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend