skip to Main Content

Agral se fortalece e renova com a posse de mais seis novos acadêmicos

Agral Se Fortalece E Renova Com A Posse De Mais Seis Novos Acadêmicos

Em solenidade especial com a participação de representantes do Governo Municipal, da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), da Câmara de Vereadores, da Universidade Estadual de Santa Cruz e de setores ligados à cultura e à economia regional, a Academia Grapiúna de Artes e Letras (Agral) promoveu ontem (2), uma Sessão Solene de Posse Conjunta de seis novos membros efetivos, coordenada pelo presidente Samuel Mattos. O evento foi realizado no Teatro Candinha Dórea e, em paralelo à posse dos novos acadêmicos também foi realizada uma exposição da artista plástica e acadêmica Valdirene Borges.

Para Samuel Mattos estes seis novos acadêmicos chegam no momento de consolidação e expansão da Agral , que se fortalece ainda mais com a incorporação dos artistas de outros campos, que não só os da literatura. Destaca ainda, que o momento sinaliza para “a importante interseção entre as artes e mais ricos diálogos entre os acadêmicos da Agral. que doravante, pretende cultivar conjuntamente as diversas linguagens artísticas”.

Quem são os novos acadêmicos:

Adalmiro Leôncio da Silva (Sabará), músico e baterista com experiência internacional, que ocupará a Cadeira 21, cujo patrono é Dorival Caymmi, um nome coincidentemente ligado à MPB;

Afonso Henrique Coelho Dantas, cartunista e publicitário, indicado para a Cadeira 09, cujo patrono é Adonias Filho. A cadeira foi ocupada anteriormente pelo professor Antonio da Silva Costa (1936-2017), um dos fundadores da Agral;

Emadilson de Jesus Santos, professor, romancista e poeta, que assume a Cadeira 25, cujo patrono é José Dantas Andrade;

Janete Lainha Coelho, cordelista e xilogravurista, que ocupará a Cadeira 38, cuja patronesse é Valdelice Soares Pinheiro;

Valdirene Borges do Nascimento, artista plástica e poetisa assume a Cadeira 24, cujo patrono é Jorge Emílio Medauar. A cadeira foi ocupada pela poetisa Jasmínea Benício dos Santos Midlej (1922-2016);

Victor Silva Aziz Lima, cineasta e produtor cultural que foi indicado para Cadeira 14, cujo patrono é o ator Mário Gusmão que viveu vários anos em Itabuna e atuou em vários filmes de Glauber Rocha.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend