skip to Main Content

A PRAÇA… – Joselito dos Reis

A PRAÇA… – Joselito Dos Reis

Ao Poeta Firmino Rocha

Aquela praça…
Da minha cidade
De grandes amores…
Tomada pela violência!
Não existem mais
As árvores frondosas
Onde cantavam os pássaros…
As flores se debrochavam…
Cortejadas pelos beijas-flores!
Para onde foram os beijas-flores?
Para onde foram as flores?
Mas o vazio chegou!
A ilusão ficou!

Dando lugar aos sonhos
Do um passado…
De um tempo de sorrisos
E amores…
Hoje de dores!
E a miséria na Praça se aportou…

Como é triste a minha cidade!
Como é triste a minha Praça!
Faltam sentimentos e calor…
Agora, lembrada e expressada…
Nas lagrimas dos olhos do Poeta…
Que chora!
Só restando o cantar dos ben-te-vis
E o tinar dos sinos…
– Que saudade me dá…
– Aqui, nasceu…
“Deram um fuzil ao menino!”.

Joselito dos Reis
26.07.2023

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top

Send this to a friend